Valença inaugura o Centro de Inovação e Logística de Valença

Por o 01/02/2017 | Sección: Portugal,Valença
Valença inaugura o Centro de Inovação e Logística de Valença

Valença inaugura o C.I.L.V. – Centro de Inovação e Logística de Valença, no próximo 18 de fevereiro, às 11h30. Campus universitário da E.S.C.E.- Escola Superior de Ciências Empresariais e estruturas de apoio ao meio empresarial pretendem ser alavancas do desenvolvimento do território.

Campus Académico da E.S.C.E.

O C.I.L.V. acolhe o novo campus académico da E.S.C.E. do I.P.V.C., o Centro de Divulgação de Ciência, o Centro de Formação Autárquico, um Ninho de Empresas e o Centro de Apoio às Atividades Empresariais da Região e a Zona de Lazer.

A E.S.C.E. a estrutura aglutinadora e dinamizadora das valências em funcionamento no C.I.L.V. numa estreita interligação com o tecido empresarial e com as instituições da região. A E.S.C.E. é já uma referência na região, com uma ampla oferta formativa da qual se destacam os C.T.E.S.P. – Cursos Técnico Superiores Profissionais, as licenciaturas, as pós-graduações e os mestrados.

Paralelamente a estas atividades formativas, E.S.C.E. tem-se, ainda, destacado na organização regular de conferências, seminários, exposições e outros eventos e atividades de disseminação de conhecimento.

C.I.L.V. Potencia Desenvolvimento do Território

As estruturas localizadas no C.I.L.V. pretendem ser uma alavanca ao desenvolvimento de Valença e de todo este território transfronteiriço, dando um forte contributo à inovação, à tecnologia, ao apoio à criação de empresas e emprego e à dinamização económica.

O C.I.L.V. implicou um investimento de mais de 6 milhões de euros e foi o maior investimento municipal de Valença de sempre. A obra foi financiada, em 85%, pelo Eixo Prioritário III, do Programa Operacional Regional, O.N.2..

Para Jorge Salgueiro Mendes, Presidente da Câmara “O C.I.L.V. é uma âncora fundamental para a qualificação e projeção deste território e uma alavanca estratégica para a competitividade e atratividade da cidade e desta região transfronteiriça”.